Sociedade Fluminense de Fotografia, grupo em visita a uma das exposições do local
Flagrantes da Sociedade Fluminense de Fotografia (fotos Zalmir Gonçalves)

Fundada em 1944, a Sociedade Fluminense de Fotografia é a grande casa do fotógrafo niteroiense. Além de cursos voltados para a área, a SFF também abre as suas portas para exposições de profissionais renomados e daqueles que estão iniciando na profissão. A sede mantém, ainda, um grande acervo de livros, muitos do século XIX, sobre a arte da fotografia, para pesquisas e estudos.

Leia também:

Cursos Sociedade Fluminense de fotografia. Na foto está uma mulher de joelhos em um estúdio sendo fotografada
O local oferece cursos, estudo e encontros regulares

Criação da SFF

“A SFF foi concebida pelo seu idealizador Jayme Moreira de Luna para ser um ponto de convergência dos fotógrafos
do antigo estado do Rio, especialmente Niterói. Essa tradição se mantém. Além da oferta de cursos e espaço para estudo e reflexão sobre a arte da fotografia, a nossa Sociedade se destaca como um ponto de cultura do município. É uma casa aberta, plural, mas com foco na imagem fotográfica. Quem aqui frequenta tem, como inspiração principal, a fotografia”, explica Antonio Machado, Toninho, reeleito para mais um mandato a frente da SFF.

Ele lembra que chegou à instituição, ainda na década de 60,pelas mãos de amigos comuns da fotografia e nunca mais
conseguiu se desvencilhar dela. “É a minha segunda casa e as vezes acredito ser a primeira. Tenho uma enorme paixão por isso aqui e me orgulho de conseguirmos manter uma instituição pulsante, com uma série de atividades e dezenas de cursos sendo oferecido”, explica Toninho.

Palaestra Sociedade Fluminense de Fotografia. A foto está mostrando uma série de pessoas sentadas olhando para o palestrante que está de frente para eles e de costas para a foto
Diversas atividades são realizadas na SFF

Exposições, encontros e oficinas

Não é para menos. Além da magnifica exposição “100 anos de Jayme Moreira de Luna, 70 Anos da Sociedade Fluminense de Fotografia”, no salão Octávio do Prado, a SFF realizou em 2015 quatro mostras fotográficas, entre individuais e coletivas, que levou uma legião de apaixonados pela arte fotográfica a visitar a sua sede. “Tivemos aqui uma exposição comemorativa dos 100 anos de nascimento do Palhaço Carequinha que reuniu muita gente, além de uma coletiva de fotógrafas, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher e uma outra coletiva de alunos do professor de Fotojornalismo Alcyr Cavalcanti. Apenas para citar algumas delas”.

“Mensalmente realizamos a “Quintas Fotográficas” onde fotógrafos associados ou não, enviam suas fotografias para serem analisadas e comentadas num grande bate-papo pelos nossos professores e sócios. Trazemos profissionais para palestras gratuitas e toda sexta-feira, oferecemos um happy hour para membros e convidados. “, conclui Toninho. 

Para conferir a programação acesse o site da SFF: https://www.sff.com.br/

Tagged: