Niterói encerra o ano com mais um edital voltado para a Cultura: é o programa municipal de retomada econômica do Setor Cultural , destinado a pessoas jurídicas do setor cultural, com um total de um milhão de reais em investimentos previstos. As inscrições acontecem até o dia 15 de janeiro de 2021, e tem como objetivo apoiar as empresas e organizações culturais que tiveram as suas atividades suspensas em virtude do período de isolamento social. 

A chamada pública está dividida em três categorias: oficinas e cursos livres de capacitação e/ou formação; programação, manutenção e/ou adequação de espaços culturais; e ações culturais. Podem concorrer pessoas jurídicas baseadas no município de Niterói, e com pelo menos um ano de atuação comprovada no setor cultural, incluídos MEI e ME. 

“A partir deste Programa, a SMC está beneficiando de diferentes formas os diversos elos da cadeia produtiva do setor, fortalecendo e garantindo a diversidade do perfil dos agentes culturais impactados pela pandemia, fomentando o máximo possível de atividades artístico-culturais e reduzindo as perdas no mercado de trabalho da economia criativa com a crise ocasionada pela COVID-19”, destaca Victor De Wolf, Secretário Municipal das Culturas.

Projetos estão divididos em três categorias

O valor total de R$ 1 milhão contemplará 50 projetos, divididos em 3 categorias:

Na categoria 1, estão enquadradas oficinas e cursos de capacitação – qualificar e aprimorar os fazeres artísticos diante das diversas transformações que o setor vem enfrentando em função da pandemia (10 projetos de R$ 20 mil cada).

A categoria 2 engloba a programação, manutenção e/ou adequação de espaços culturais – estimular a programação e/ou realização de ações nos espaços culturais da cidade e adequar os espaços, considerando as restrições impostas em função da pandemia. (15 projetos de R$ 20 mil cada)

Já a categoria 3 irá selecionar ações culturais – propostas de produções  culturais que consolidem processos nos mais diversos segmentos e linguagens artísticas ou culturais (25 projetos de R$ 20 mil cada).

“Esse projeto é exatamente o combinado e aprovado junto ao Conselho Municipal de Políticas Culturais. Novamente, reforço que a participação popular foi e é fundamental para podermos passar por esse momento e retomar as atividades do nosso setor. Nenhum governo deve ignorar a capacidade de diálogo e construção coletiva”, afirma Victor De Wolf, Secretário Municipal das Culturas,