Nove candidatos se enfrentam nas urnas no primeiro turno da cidade

Por Luana Dias

No dia 15 de novembro, 391.268 eleitores niteroienses poderão comparecer às urnas para escolher – através do voto – o seu candidato à Prefeitura de Niterói, bem como vereadores.  Por conta da pandemia de coronavírus, não haverá necessidade de identificação biométrica nas eleições deste ano. 

O JORNAL CASA DA GENTE apresenta um breve perfil dos nove candidatos que se apresentarão neste primeiro turno nas disputas eleitorais da cidade. 

Allan Lyra (PTC)

allan lyra divulgacao Eleições 2020: quem está na disputa pela Prefeitura de Niterói

Com apenas 35 anos, o empresário Allan Lyra foi o último nome a apresentar sua candidatura para a Prefeitura de Niterói. Ele abandonou a candidatura inicial à Câmara de Vereadores, para pleitear a prefeitura, ao lado do vice na chapa, o subtenente Célio Soares (Podemos).

Auto-intitulado como “representante do conservadorismo, do bolsonarismo e do olavismo”, tem como um dos principais apoiadores o deputado federal Carlos Jordy.

Casado e católico, atua desde 2015 no movimento pró vida, estudando “as estratégias da esquerda para implementação do aborto no país”. 

Allan nasceu no Rio de Janeiro, mas passou a maior parte de sua vida em Niterói. Técnico em eletrônica e eletrotécnica, trabalhou como como representante comercial e venda de livros e artigos católicos. 

O candidato tem curso superior incompleto em Teologia pelo Instituto Superior de Ciências Religiosas do Rio de Janeiro. 

Axel Grael (PDT) 

Axel Grael Eleições 2020: quem está na disputa pela Prefeitura de Niterói

Axel Schmidt Grael, 62 anos, é engenheiro florestal, ambientalista, gestor público e candidato a prefeito de Niterói pelo PDT, tendo como vice Paulo Bagueira (Solidariedade). Grael possui raízes em Niterói desde a chegada do avô, Preben Schmidt, em 1924, oriundo da Dinamarca. Casado com Christa Vogel Grael, é filho de Ingrid Schmidt e do coronel Dickson Melges Grael e irmão dos medalhistas olímpicos Torben Grael e Lars Grael.  


De 2013 a junho de 2020, atuou na Prefeitura de Niterói como vice-prefeito (2013 a 2016), secretário Executivo e secretário municipal de Planejamento, participando ativamente, ao lado do prefeito Rodrigo Neves, da captação de recursos, elaboração de projetos e implantação de ações nas diferentes áreas de atuação do Município.


Na década de 1970 iniciou suas atividades como ambientalista com a criação do Movimento de Resistência Ecológica (MORE). Liderou iniciativas em defesa da Baía de Guanabara e na campanha que resultou na criação do Parque Estadual da Serra da Tiririca. Nos anos 80, formou-se em engenharia florestal pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Em 1991, foi nomeado para a sua primeira experiência governamental, como presidente do IEF – Instituto Estadual de Florestas. Depois disso, presidiu também a FEEMA – Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente em duas gestões e foi Subsecretário de Meio Ambiente do Estado do Rio de Janeiro. É funcionário público de carreira, aprovado em Concurso Público para engenheiro florestal da Prefeitura do Rio de Janeiro.No terceiro setor, destaque para sua atuação no Projeto Grael, fundado em 1998. 

Danielle Bornia (PSTU)

daniela bornia divulgacao Eleições 2020: quem está na disputa pela Prefeitura de Niterói

Agente de administração educacional na Fundação Municipal de Educação de Niteroi, Danielle Bornia é candidata à prefeitura de Niterói pelo PSTU, tendo como vice Sérgio Perdigão. Bórnia é licenciada em Ciências Socais pela UFF (Universidade Federal Fluminense) e dentro de sua trajetória politica foi militante do PT até 2002, qunado participou da Greve Nacional das Universidades, contra a primeira Reforma da Previdência. Na mesma época, se desligou do PT e ingressou no PSTU.

Foi da Central Sindical e Popular CONLUTAS, com participação no Movimento Mulheres em Luta, o Coletivo Reviravolta na Educação e o setorial LGBT da CSP-CONLUTAS, sempre ligada às pautas de luta das mulheres.

Deuler da Rocha (PSL)

Convencao do PSL Deuler e Ceotto Pedro Conforte 18 Eleições 2020: quem está na disputa pela Prefeitura de Niterói

Delegado da Polícia Federal há 24 anos, Deuler da Rocha é o candidato do PSL, e tem como vice o empresário Alexandre Ceotto (Republicanos). Há seis anos, está à frente da Delegacia de Niterói; antes disso já foi superintendente da PF no Amazonas e Ampapá e esteve no comando dp Conselho de Segurança do Meio Norte, a Interpol e as Delegacias de Repressão a Entorpecentes, de Crime Organizado e Inquéritos Policiais, de Crimes contra o Meio Ambiente, Patrimônio Histórico e Cultural e Marítima, Aérea e de Fronteira. É também formado em Direito pela Universidade Federal Fluminense (UFF).

Felipe Peixoto (PSD)

Felipe peixoto candidato a prefeitura de niteroi Eleições 2020: quem está na disputa pela Prefeitura de Niterói

Felipe Peixoto tem 43 anos e é o candidato pelo PSD, tendo como vice Bruno Lessa (DEM). Nascido e criado em Niterói, ele é formado em Administração pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e em Direito pela Unilasalle, e especialista em Direito Público pela Escola Superior da Advocacia da OAB e tem MBA em Gestão de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas.


Há mais de 30 anos, Felipe dedica boa parte da sua vida à militância política, em busca de melhorias não só para Niterói como para todo o estado.

Felipe assumiu o primeiro mandato como vereador em Niterói aos 23 anos e se reelegeu por mais duas vezes. Ele foi eleito deputado estadual do Rio de Janeiro nas eleições de 2010 com mais de 30 mil votos. Em 2011, Felipe assumiu a secretaria de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca (Sedrap), absorvendo a Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj) e a Central de Abastecimento (Ceasa).  Durante o ano de 2015, foi Secretário de Saúde do estado do RJ. Esta é a sua terceira disputa pela Prefeitura.

Flávio Serafini (PSOL)

flavio serafini Eleições 2020: quem está na disputa pela Prefeitura de Niterói

Professor e natural de Niterói, Flávio Serafini é formado em Sociologia e tem como vice a também professora Josiane Peçanha. Eleito por duas vezes Deputado Estadual, foi professor-pesquisador da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio da Fundação Oswaldo Cruz.

Começou na militância ainda jovem, aos 16 anos, tendo como bandeira principal o “Passe Livre”. Fez parte do Diretório Central dos Estudantes da Universidade Federal Fluminense (UFF), em defesa da educação pública.

Juliana Benício (NOVO)

juliana benicio Eleições 2020: quem está na disputa pela Prefeitura de Niterói

 A engenheira e economista Juliana Benício é a candidata à Prefeitura pelo Partido NOVO, tendo como vice o também engenheiro Willie Silva.

Estreante na disputa eleitoral do município, Benício é niteroiense, mestra em Economia, doutora em Engenharia de Produção, e trabalha como gestora educacional há 15 anos. É coordenadora de Pesquisa, Pós Graduação e Inovação do Instituto Federal do Rio de Janeiro – Campus Niterói, e é avaliadora do INEP/MEC. 

Renata Esteves (PMB)

renata estevea Eleições 2020: quem está na disputa pela Prefeitura de Niterói

Representante do Partido da Mulher Brasileira (PMB), Renata é candidata à Prefeitura ao lado da vice Soraia Catarino, da mesma sigla.

Pós-graduada em Direito Tributário, foi delegada na Ordem dos Advogados de Niterói entre 2013 e 2015.

Natural de Teresópolis, mora em Niterói desde os 4 anos de idade. A candidata se auto-define como uma pessoa conservadora e cristã, e sua candidatura está ligada a seguimentos sociais, empresariais e cristãos.

Tuninho Fares (DC)

tuninho fares divulgacao Eleições 2020: quem está na disputa pela Prefeitura de Niterói

Tuninho Fares é funcionário público, tem 73 anos, e é o candidato da Democracia Cristã (DC), ao lado de Nuba Mattos.

Estudante de Administração, o niteroiense é servidor público há 57 anos – o mais antigo em atividade na cidade – o candidato promete investir nas políticas públicas, na mobilidade e acessibilidade, além de investimentos na saúde, na educação e no social.