022BSilv25C325A9rio2BPontes “Arte na Rede": Niterói oferece todo dia uma programação cultural gratuita
A Secretaria das Culturas e a Fundação de Arte de Niterói desenvolveram o projeto “Arte na Rede”, que apresenta, por meio das redes sociais Cultura Niterói (Facebook e YouTube) apresentações artísticas virtuais de livre acesso ao público, que poderá acompanhar as produções gratuitamente em sua residência. A ideia do projeto surgiu a partir das medidas implementadas pela prefeitura de Niterói de isolamento social, a fim de evitar a disseminação da COVID-19, e levando em conta a necessidade de cancelamento de eventos culturais presenciais, além do fechamento dos equipamentos culturais da cidade.
Na programação cultural desta semana, está previsto na quinta-feira, dia 2 de abril, a partir das 19h, uma apresentação do trompetista Silvério Pontes, que trará clássicos do samba e do choro, além de composições autorais. Com uma carreira que já dura mais de 40 anos, Silvério se apaixonou pelo trompete logo na infância. Natural de Laje do Muriaé, interior do Estado do Rio, e nascido em 1970, o músico pegou no instrumento pela primeira vez aos oito anos. Aos 17, mudou-se para Niterói, onde se apresentou em diversos bares e eventos. Como compositor e instrumentista, ao longo dos anos, teve a chance de tocar ao lado de grandes nomes, como Luiz Melodia, Tim Maia, Ed Motta, Cidade Negra e Elza Soares. Entretanto, foi junto com José Alberto Rodrigues Matos – o Zé da Velha, um dos mais conceituados trombonistas do choro, que Silvério fez sua carreira. A dupla se conheceu na década de 80, mas firmou parceria apenas nos anos 90.
052Bchico2Bbatera2B1 “Arte na Rede": Niterói oferece todo dia uma programação cultural gratuita
Na sexta-feira, 3, às 15h, o Cenógrafo e Figurinista Ney Madeira apresenta a palestra “Carnaval e Teatro Musical – processos de criação de figurinos”. Com fotos comentadas e vídeos explicativos, o artista mostrará exemplos de processos de criação de figurinos para carnaval, em especial para comissão de frente e para teatro musical, com comentários das etapas que antecedem a entrada do figurino, seja na avenida ou no palco. Niteroiense, Ney Madeira é figurinista há trinta anos, com mais de 250 trabalhos em teatro, musicais, óperas e dança, tendo recebido os prêmios Shell, Botequim Cultural, APTR e Mambembe. Participou de eventos internacionais como as Quadrienais de Praga, PQ 2011 (Triga de Ouro), as cerimônias Olímpicas e Paraolímpicas da Rio 2016 e de abertura do Wakra Stadium, no Qatar. Desenvolveu criações para comissões de frente de diversas escolas de samba, com destaque para o GRES Beija Flor de Nilópolis, campeã de 2015.
O artista circense Guto Portela convida para este sábado, 4, às 15h, o internauta para uma conversa ao vivo sobre o trabalho de Palhaços nos hospitais.
032BNey2Bmadeira “Arte na Rede": Niterói oferece todo dia uma programação cultural gratuita
Fechando a semana, no domingo, 05, também às 15h, o percussionista e compositor Chico Batera comenta, acompanhado de uma marimba, vídeos com canções interpretadas ao vivo pelo trio formado por ele, Marcos Nimrichter, ao piano, e Jefferson Lescowich, no baixo. Carioca de Madureira, Chico Batera teve seu primeiro contato com a percussão no Império Serrano. Aos 17 anos, tornou-se músico profissional, tocando nos shows de Carlos Machado e no famoso Beco das Garrafas, berço da Bossa Nova. Com o sucesso internacional da música brasileira, Chico foi para os Estados Unidos acompanhando Sérgio Mendes. O músico se destacou pela riqueza e diversidade rítmicas e acompanhou artistas da importância de Tom Jobim, Frank Sinatra e Ella Fitzgerald. Na década de 70 gravou com João Gilberto no México e foi integrante da banda de Cat Stevens. De volta ao Brasil nos anos 1970, trabalhou com Elis Regina, Martinho da Vila, Gal Costa, Simone, Djavan, João Bosco e Fagner e há mais de 30 anos acompanha Chico Buarque.

 Arte na Rede – anote na Agenda a programação

Silvério Pontes
Data: 2 de abril, quinta-feira, às 19h

Ney Madeira – Palestra “Carnaval e Teatro Musical – processos de criação de figurinos”
Data: 3 de abril, sexta-feira, às 15h

Guto Portela – Conversa sobre o trabalho de Palhaços no hospital (ao vivo)
Data: sábado, 4 de abril, sábado, às 15h

Chico Batera comentando canções do repertório de seu trio
Data: 05 de abril, domingo, às 15h