Cidade depende da chegada de novas doses de vacina para ampliar público imunizado

A Prefeitura de Niterói deu início no dia 25 de fevereiro a aplicação da segunda dose da vacina contra Covid-19 nos profissionais de saúde maiores de 60 anos que foram vacinados com a primeira dose nos dias 28 e 29 de janeiro. A imunização será feita no drive thru da Universidade Federal Fluminense e nas policlínicas do Barreto, Vital Brazil, Itaipu, Centro, Fonseca e Piratininga. A vacinação de idosos que vivem em Instituições de Longa Permanência foi concluída na última segunda-feira, dia 22 de fevereiro. O prefeito de Niterói, Axel Grael,explicou que a cidade ainda depende da chegada de novas doses de vacina para ampliar o público imunizado.


“Há a responsabilidade do Ministério da Saúde em adquirir as vacinas e repassar para os governos estaduais, que encaminham para os municípios. Estamos buscando informações sobre a previsão de chegada de novas remessas para dar continuidade ao trabalho de imunização. Assim que isso acontecer, vamos anunciar um cronograma de acordo com a quantidade repassada”, garantiu o prefeito. 

No entanto, na última terça, dia 23, foi anunciada uma decisão importante, que pode alterar a dinâmica do calendário de vacinação em todo o país: o Supremo Tribunal Federal formou maioria de votos para permitir que estados e municípios comprem vacinas contra o coronavírus caso o Ministério da Saúde não cumpra o Plano Nacional de Imunização ou se as doses previstas não forem suficientes. 

Logo após o anúncio, o prefeito de Niterói, Axel Grael, se pronunciou via redes sociais:

“Niterói se mantém pronta para, efetivamente, implementar um plano de vacinação. O Município tem recursos e está disposto a comprar o imunizante assim que for possível. Aliás, isso só não foi feito até agora porque o Ministério da Saúde comprou todo o estoque do Butantan e não nos deixou essa possibilidade. Faço parte da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), que abre esta alternativa de consórcio. Estamos estudando com cuidado todas as formas possíveis de agilizar a vacinação dos niteroienses”, afirmou.

Axel frisou que – mesmo com esta nova alternativa – a prefeitura continuará pressionando para que o Governo Federal cumpra as suas obrigações.

“Continuaremos pressionando o Governo Federal. Precisamos de novas remessas de vacinas. É imprescindível um cronograma nacional para que possamos implementar calendários locais e agilizar o trabalho. Reconhecemos a importância, prioridade e urgência da vacinação. Não vamos medir esforços para vacinar os niteroienses o mais rápido possível. Niterói tem pressa!” reforçou Grael.

A população de Nterói pode consultar qual grupo está sendo convocado para a imunização nas redes sociais, no site oficial da Prefeitura e pelo número 153.

Tagged: