Tunel2Bde2BCharitas2B Túnel Charitas-Cafubá recebeu mais de 2 milhões de veículos
O túnel
Charitas-Cafubá completou três meses de funcionamento, e desde a abertura ao
tráfego de veículos, no dia 6 de maio, até o início de agosto mais de dois
milhões de veículos passaram pelas duas galerias. A média de carros por dia
entre os meses de maio e junho chegou a 30 mil diariamente.
O túnel mudou
definitivamente a mobilidade urbana de Niterói, possibilitando maior fluidez no
trânsito e melhor qualidade de vida para os moradores, além de ser referência
em sustentabilidade e segurança para os usuários. Não houve nenhum
registro de acidente no interior do túnel neste período. Os horários de maior
movimento são nos dias úteis das 6h30 às 10h30 e das 17h ás 19horas. Já aos
sábados, domingos e feriados, o aumento do fluxo de veículos é entre 9h e
11horas. 
“O túnel é muito
mais que uma obra viária, é um conceito de sustentabilidade, que terá moderno
sistema de transporte público, além das ciclovias, encurtando distâncias e
trazendo mais qualidade de vida para as pessoas”, diz o prefeito de Niterói
Rodrigo Neves, ressaltando que a abertura do túnel possibilitou, ainda,
resultados positivos no trânsito ao desafogar pontos tradicionalmente críticos
como o Largo da Batalha e a Avenida Presidente Roosevelt.
A nova ligação
entre a Zona Sul e a Região Oceânica era esperada há mais de 70 anos pelos
niteroienses. O túnel conta com um moderno Centro de Controle Operacional
(CCO), que utiliza um sistema inteligente de monitoramento com equipamentos que
informam, em tempo real, tudo que acontece nas galerias, permitindo o rápido
acionamento de órgãos de socorro e segurança em caso de necessidade. São 40
câmeras, seis painéis de mensagens, 80 interfones de emergência e 200
sinalizadores de evacuação de área.
Para a iluminação
são usadas 1.100 lâmpadas de LED. O túnel tem, ainda, sistema de exaustão com
16 ventiladores e moderno sistema de sonorização para emergências
com 252 megafones, sendo 120 em cada galeria e mais quatro em cada porta
de saída de emergência, com seis conjuntos de amplificadores.
Atualmente, 10
agentes da NitTrans atuam no túnel e entorno diariamente.
TransOceânica
            O túnel
Charitas-Cafubá e seus acessos fazem parte da 
TransOceânica, corredor viário que será entregue no primeiro trimestre de 2018,
mudando definitivamente o paradigma da mobilidade urbana de cidade. Com o
túnel, o trajeto de Itaipu até Charitas, que era feito em uma hora, passará a
ser percorrido em 20 minutos.
TransOceânica começa em Charitas, na Avenida Prefeito Silvio Picanço, em
frente à maternidade Municipal Alzira Reis, e termina no Engenho do
Mato, na Estrada Francisco da Cruz Nunes, em frente ao quartel do Corpo de
Bombeiros.  O corredor viário tem extensão de 9,3 quilômetros e 13 estações
de ônibus BHS (Bus of High Level of Service), que irão beneficiar 80 mil
usuários diariamente.
 Ciclovias
Com um dos projetos
mais modernos do Estado, o túnel conta com ciclovias nas duas galerias,
proporcionando ainda mais espaço na cidade para a bicicleta como meio de
transporte. No último ano, o número de ciclistas em Niterói aumentou 67%. Com a
construção da 
TransOceânica, serão mais 16
quilômetros de malha cicloviária, incluindo pistas exclusivas, inclusive dentro
do túnel, e compartilhadas para os ciclistas.