Durante
a solenidade, também foi formalizada a criação do Museu do Cinema Brasileiro

Por Veronica M. de Oliveira
IMG 20180927 171717 Prefeito de Niterói anuncia novo edital de audiovisual com investimento de 20 milhões de reais
Niterói terá
um novo edital de Fomento ao Audiovisual, com investimento de R$ 20 milhões. O
lançamento será em novembro, mês em que se comemora o aniversário da cidade,
com R$ 4 milhões da Prefeitura e R$ 16 milhões da Agência Nacional do Cinema
(Ancine) e do Ministério da Cultura. O anúncio foi feito pelo prefeito Rodrigo
Neves nesta quinta-feira, dia 27, em solenidade no Museu de Arte Contemporânea
de Niterói (MAC), durante a cerimônia marcada também pela assinatura do decreto
para a criação do Museu do Cinema Brasileiro.
 “No aniversário da cidade, em
novembro, nós vamos lançar um novo edital com a Ancine e acertamos com o Sérgio
(Sérgio Sá Leitão, ministro da Cultura) que, a cada real que a prefeitura colocar,
nós vamos ter quatro reais da Ancine”, sentenciou.
Na ocasião, houve a assinatura do decreto para a criação do Museu do
Cinema Brasileiro, dando assim mais um passo decisivo na consolidação do
projeto, lançado há um ano, que pretende tornar “Niterói cidade do audiovisual”.
O evento marcou também o anúncio dos 39 projetos selecionados pelo
edital de fomento ao audiovisual, resultado homologada em Diário Oficial no dia
25 de setembro. A seleção
premiada conta com 4 longas-metragens; 10 curtas-metragens; 7 produtos para TV
(entre obras seriadas e telefilmes); 4 mostras e festivais; 3 iniciativas de
fomento a cineclubes; 4 projetos para projeção em espaços urbanos; 4 propostas
para produção e difusão em novas mídias; e 3 projetos de pesquisas.
Diante de uma plateia reunindo cineastas, alunos e professores da Universidade
Federal Fluminense, e secretários do município, Neves parabenizou os
contemplados e confessou que não vê a hora de assistir às produções originárias
desse incentivo.  
O prefeito de Niterói também assinou um convênio da Prefeitura com a
Universidade Federal Fluminense para criação do Programa de Formação em Cinema
e fez um balanço da sua gestão, não somente no que tange
a cultura, como também em outras pastas, como saúde e habitação.
Entre as autoridades presentes, estavam o secretário municipal de
Cultura de Niterói, Marcos Gomes; o presidente da Fundação de Arte de Niterói,
André Diniz; Leonardo Lima, representante da Ancine; subsecretária de Cultura,
Daniele Negromonte, e a secretária de Planejamento, Modernização da Gestão,
Orçamento e Controle, Giovanna Victer.
20180927162142 IMG 7463 Prefeito de Niterói anuncia novo edital de audiovisual com investimento de 20 milhões de reaisNasce
um museu
Em tempos de perdas significativas da memória cultural brasileira, Niterói
se prepara para sediar um dos mais modernos museus interativos do país. O Museu
do Cinema Brasileiro é fruto de uma emenda apresentada pelo deputado federal
Chico D´Angelo no valor de R$ 1,5 milhão ao ministro da Cultura, Sérgio Sá
Leitão.
O MCB ficará abrigado no prédio anexo ao Reserva Cultural, também
projeto do renomado arquiteto Oscar Niemeyer, e terá uma grande sala no centro
e dezenas de telas espalhadas pelo museu, onde serão exibidos trechos de filmes
de produção nacional. Também contará com galerias de personagens, cartazes e
linha do tempo da história do cinema catalogado por décadas, entre outras
inovações.