Por Washington Araújo

012BAlunos2Brealizam2Blan25C325A7amento2Beditorial2Bem2BMaric25C325A1 Coluna Compartilha - edição de Dezembro/2018
Maricá parou para aplaudir quinze alunos que conseguiram lançar
o primeiro livro de suas vidas
(foto divulgação)
Alunos da rede pública de ensino de Maricá lançam
livro
 Muita emoção e até
lágrimas de alegria marcaram a tarde de sábado, dia 8 de dezembro, no
lançamento do livro “Apenas um começo três pontinhos”, um projeto
editorial que teve a coordenação dos professores Paula Alves das Chagas e
Rodrigo Lobo da Silveira e reuniu numa publicação inédita textos de 15 alunos da
Escola Municipal Clério Boechat de Oliveira, em Maricá.
Lançado pela Editora
Makir, cujo responsável pelo lançamento gráfico, Ênio Favacho, ele mesmo presidente
da editora fez questão de ir à escola entregar as caixas com o material. Favacho
ressaltou que esse é um momento especial na vida tanto de alunos, professores,
como da própria editora: “Acreditamos que esses jovens escritores estão dando início
a uma carreira promissora, e nós da editora somos gratos por tornar real o
sonho de todos eles”. Com um projeto audacioso – e que já se consolidou nos
estados do Norte e Nordeste – a Editora Makir desembarca no Rio, em janeiro próximo.
Os professores Rodrigo e
Paula agradeceram a presença de todos e falaram sobre a importância do
lançamento: “Estávamos nos sentindo pequenos demais, perante o tamanho da
produção literária de nossos alunos e, por isso, começamos a sentir que outras
pessoas deveriam também ter acesso àquele material”.
Sara Fernandes Moreira, que
está no 1º ano do Ensino Médio, foi uma das participantes do Projeto Jovem Escritor.
Tão emocionada quanto seus colegas, ela disse: “Eu venho aqui para compartilhar
a nossa incrível experiência no Colégio Clério Boechat de Oliveira. Acredito
que eventos como esse, apesar de parecerem pequenos; são como o nosso livro:
apenas um começo. Sara conclui destacando que, eventos como esse abrem portas
para os alunos e são muito importantes também, pois estimulam a prática
constante da escrita e a construção de personalidade artística de cada um”.
Segundo a Secretária Municipal de
Educação, Adriana Luíza da Costa, “o lançamento editorial desses alunos é
motivo de orgulho para a nossa Secretaria; pois, entendemos que o esforço para
essa realização ficará como um marco para os demais alunos, para todos os
professores, bem como para seus pais e responsáveis. É, sem dúvida, a marca de
uma vitória em equipe”.
Por conta de outros compromissos
de agenda, a Secretária Municipal não pode estar presente ao evento, mas
agradeceu pelo envio de um exemplar do livro que ficará exposto em local de
destaque em seu gabinete.

Foto2B22BGustavo2Bde2BS25C325A3o2BGon25C325A7alo2Bpara2Bo2BGr25C325AAmio Coluna Compartilha - edição de Dezembro/2018
Com 1,90m de altura e toda uma vida pela frente,
os sonhos do zagueiro Gustavo Martins começam
agora no Grêmio

São Gonçalo dá um craque para o
Grêmio

Muitos jovens sonham com a carreira no futebol; poucos,
porém, conseguem chegar lá. Não foi o caso do zagueiro Gustavo Martins que, aos
16 anos, conquistou um contrato com o Grêmio Futebol Porto Alegrense.
Orientado pelo pai, Sérgio Santos, Gustavo Martins começou
sua caminhada aos 4 anos de idade numa escolinha no Pacheco, bairro em que
morava, em São Gonçalo. Dois anos mais tarde, relembra seu pai: “Ele foi matriculado
na escola de futebol EDUCSPORT, núcleo do Vasco, também em São Gonçalo, dirigida
pelo professor de Educação Física Roberto Gonçalves; onde jogou até os 10 anos”.
Ali no Laranjal, Gustavo começou sua fulminante carreira de
atleta sendo artilheiro da Copa Vasco, artilheiro da Copa da Amizade, e, por
seu excelente desempenho, Gustavo foi indicado para uma avaliação no Botafogo
Futebol de Regatas em janeiro de 2013 tendo sido aprovado no primeiro dia de
treino.
O jovem foi campeão Carioca nesse mesmo ano pelo sub 11, e
permaneceu por mais três anos seguindo para o Vasco da Gama, onde jogou por dois
anos e, em janeiro deste ano, a revelação gonçalense com 1,90m de altura chega
ao Grêmio. Em terras gaúchas, com apenas 6 meses de Grêmio, Gustavo assinou
contrato profissional por três anos. Seis meses mais tarde, o zagueiro já na
equipe se torna campeão Sul-americano pelo sub 18, no Equador.
Parabéns à família que num mar de craques espalhados pelo
Brasil vê o filho atleta bem sucedido e com amplas chances de seguir uma
brilhante carreira profissional. E, que seu exemplo fique aos demais meninos e
meninas que buscam o mesmo ideal. O pai do jovem ressalta que,“Gustavo segue
estudando e com ótimas notas, pois o Grêmio é exigente e investe também na sua
carreira extracampo com ótimos professores e matriculado num bom colégio
gaúcho. Recuperação? Nem pensar!”
No dia 21 agora, o zagueiro desembarca em São Gonçalo para as
festas de fim de ano com a família. Dia 1º de janeiro, porém ele já retorna.
Vida dura essa de atleta!

Coluna Compartilha - edição de Dezembro/2018Centro Cultural Palhaço Carequinha recebe exposição de
bonecas de pano da AEBH

Foi inaugurada na terça-feira, 4 de dezembro de 2018,
a Exposição Bonecas de Pano AEBH do ateliê de Clarice Ferreira; no Centro
Cultural George Savalla Gomes – Palhaço Carequinha, localizado na Câmara de
Vereadores de São Gonçalo.
O evento, organizado pelo ativista social Jair Mello,
pela presidência da Associação de Espinha Bífida e Hidrocefalia do Rio de
Janeiro e seu presidente, Júlio Lucena e, em parceria com a Assessoria de RP da
Câmara.
Toda a renda obtida com a venda das bonecas de panos confeccionadas por responsáveis amigos da
instituição será revertida para a AEBH, com sede na Brasilândia, em São
Gonçalo.

Na inauguração da exposição, além da presença de
pais e de diversos adolescentes e crianças com espinha bífida e hidrocefalia; o
evento recebeu o presidente da Câmara, o Vereador Diney Marins, outros
parlamentares também e demais autoridades.
A
exposição permanece até a sexta-feira, 21 de dezembro podendo ser vista a
partir das 9 horas até às 17 horas. O Centro Cultural Palhaço Carequinha fica
em frente à Praça Zé Garoto, no antigo Fórum.

Foto2B42BA25C325A725C325A3o2BSocial2Bem2B2BFlor2Bda2BMatta Coluna Compartilha - edição de Dezembro/2018
Ação social em Santa Luzia
A Associação Cultural e Social Flor da Matta, instituição sem
fins lucrativos localizada na pracinha do bairro de Santa Luzia, em São
Gonçalo; reuniu um exército de profissionais no sábado, 1º de dezembro, para
oferecer à população uma série de serviços que incluiu manicuro, pedicuro,
massoterapia, design de sobrancelhas, maquilagem entre outros. A presidente
Flor da Matta comemora o êxito alcançado: “Oferecemos, desde a manhã até às 17
horas vários serviços bastando que trouxessem um quilo de alimentos não perecível.
No ano que vem pretendemos aumentar a quantidade de ações sociais”. Todos os
alimentos arrecadados seguiram para ao ONG S8, no Vista Alegre, que cuida de
dependentes químicos. Show!

Tagged: , , ,