Captura2Bde2Btela2B2018 12 102B10.30.29 Prefeito de Niteroi Rodrigo Neves fala com a imprensa logo após sua prisão
Rodrigo Neves fala à imprensa logo após prisão
(foto reprodução TV Globo)

O prefeito de Niterói, que foi preso nesta manhã de segunda (dia 10/12) pela Operação Alameda – desdobramento da Operação Lava Jato – falou rapidamente com a imprensa, ao chegar na Cidade da Polícia, na Zona Norte do Rio.

“A concorrência que aconteceu em Niterói do transporte coletivo foi em 2013, anterior à minha gestão. A primeira decisão que eu tomei foi unificar as tarifas pela menor. Nós cobramos muito o sistema de transporte, e temos o sistema mais organizado da Região Metropolitana. Nós contratamos uma auditoria da Fundação Getúlio Vargas, e a análise independente apontou o equilíbrio econômico-financeiro de Niterói. Em 2018, não concedemos aumento”, iniciou sua fala o prefeito Rodrigo Neves.

Neves se mostrou perplexo e surpreso com a sua prisão, e negou as acusações de recebimento de propina. Ele afirmou desconhecer as acusações.

“Estou absolutamente perplexo. Trabalho desde os 18 anos de idade, tenho mais de 20 anos de vida pública, não tenho bens, não viajo para o exterior, tenho três filhos lindos, fecho minhas contas como qualquer cidadão de classe média, vivo num imóvel simples, como as pessoas sabem em Niterói. Estranho muito este tipo de ocorrência, respeito as instituições, mas eu fui o único prefeito reeleito na Região Metropolitana. Eu não sei nem quais são as acusações. Meu sigilo fiscal e telefônico estão abertos”