DSC 2341 Acadêmicos do Sossego: Tambores de Olokun na Avenida
A
Acadêmicos do Sossego – agremiação de Niterói, com base no Largo da Batalha – celebra
em 2020 o seu Jubileu de Ouro, e por isso, quer entrar na avenida para
comemorar e, mais do que nunca, mostrar o seu valor. A escola virá com o enredo
“Os Tambores de Olokun”, e vai atravessar a Marquês de Sapucaí saudando as
águas e o mar, com referências à África e a Ancestralidade.
Com 2.100
componentes divididos em 24 alas, três carros alegóricos e um tripé, a Sossego
será a primeira escola a abrir os desfiles do sábado de carnaval, dia 22 de
fevereiro, na Série A. A exemplo de Viradouro e Cubango, a agremiação também
realizou diversos ensaios de rua na Amaral Peixoto, para que sua comunidade
pudesse treinar canto, harmonia e evolução, quesitos fundamentais para fazer a
diferença no dia do desfile.
“Um
dos destaques do desfile da azul-e-branca será a comissão de frente: com
certeza, vai impactar o público na arquibancada”, explicou Alexandre Dias,
diretor de carnaval da Sossego.
DSC 2339 Acadêmicos do Sossego: Tambores de Olokun na Avenida
Fotos Luana Dias
O
carro de som, comandado por Nêgo, e com um forte reforço de vozes femininas, é
outro quesito de destaque da agremiação. O entrosamento com a bateria de Mestre
 Laion Jorge, com 230 ritmistas irão trazer
instrumentos de origem africana, como alfaia, djembe, agogo bocas, e aposta na
mistura com ritmos africanos e de outras regiões brasileiras para inovar e
surpreender.
Atenção especial para o Setor 4 da agremiação, que celebrará
‘Os Tambores de Olokun’, grupo percussivo e de dança carioca que homenageia o
sagrado orixá da nação Nagô Egbá. Por tanta admiração a todos os elementos
sagrados e profanos que envolvem o folguedo, o grupo realiza oficinas de
percussão e dança, respeitando e contribuindo para divulgar estas tradições
musicais, históricas e religiosas de nossa identidade afro-brasileira.

Tagged: , ,