Com pontuação máxima, Imperatriz
Leopoldinense retorna ao Grupo Especial

Por Luana Dias

Imperatriz2BLeopoldinense2B 2BLuana2BDias2B2528152529 Só dá Lalá!
A escola de Ramos mostrou garra e emoção num desfile tecnicamente perfeito
(fotos Luana Dias)
Na madrugada
de sábado de Carnaval, quando o cronômetro marcava 53 minutos, a Imperatriz
Leopoldinense encerrava seu  desfile como
grande favorita ao título da Série A. A combinação de um samba clássico – a
agremiação optou pela reedição do samba e do enredo de 1981, em homenagem ao
compositor Lamartine Babo – a escolha pelo premiado carnavalesco Leandro Vieira
– que também assina o enredo da Mangueira – e a força e garra da comunidade
foram fatores fundamentais para que a escola de Ramos recuperasse seu brilho, e
fosse aplaudida e aclamada ainda na Apoteose como grande candidata ao título.
Imperatriz2BLeopoldinense2B 2BLuana2BDias2B252822529 Só dá Lalá!
O carisma da cantora Iza, estreando como
rainha de bateria, foi um dos destaques
do desfile
A abertura
dos envelopes com as notas dos jurados só veio comprovar o que foi atestado na
Avenida: a Imperatriz foi a única a receber notas máximas de ponta a ponta em
todos os quesitos, conquistando assim o direito a retornar em 2021 ao Grupo
Especial.
A Unidos de
Padre Miguel – que levou para a Sapucaí o belíssimo enredo “Ginga”
que contava a história da capoeira – acabou ficando em segundo lugar. Mesmo com
todas as dificuldades do período pré-carnavalesco, a Unidos do Porto da Pedra –
representante de São Gonçalo – conquistou um honroso 3° lugar. Em seguida,
vieram
Inocentes de Belford Roxo, Acadêmicos do Cubango, Império da Tijuca, Acadêmicos de
Santa Cruz, Acadêmicos do Sossego, Império Serrano, Unidos de Bangu
, Vigário Geral e Unidos
da Ponte.
Renascer de Jacarepaguá e Acadêmicos da Rocinha, as duas
últimas colocadas, foram rebaixadas para o Grupo B.





Hyrin25C325A9a2BBorn25C325A9o 0070 Só dá Lalá!
Enredo falava sobre Luiz Gama, um dos líderes pela luta
abolicionista no Brasil
(foto Hyrinéa Bornéo)
Cubango fica com o quinto lugar e começa a pensar no Carnaval  2021
Logo após a divulgação das notas,
Rogério Belizário – presidente da Acadêmicos do Cubango, escola de Niterói – se
mostrava decepcionado com notas baixas de alguns quesitos como enredo, fantasia
e comissão de frente. “Acho que foi uma covardia, não preciso aguardar as
justificativas porque as notas já foram lançadas. Agora, é pensar no Carnaval
2021”, frisou o presidente.

2 thoughts on “Só dá Lalá!

  1. Matéria muito interessante, como muitas outras no Casa da gente. Obrigado e parabéns !

Comments are closed.