Município
é considerado uma das referências no combate ao coronavírus
Graciely Niterói reforça medidas para conter o avanço de casos
Desde o início do avanço da pandemia no Brasil,
Niterói vem se
destacando como pioneira na adoção de medidas para combater o coronavírus. A
cidade investiu alto em prevenção, tendo criado desde final de janeiro um grupo
de resposta rápida, com objetivo de monitorar o avanço da pandemia no Brasil e
na cidade. Dentre as medidas adotadas, a Prefeitura arrendou por um ano o Hospital
Oceânico, localizado em Piratininga, na Região Oceânica. Desativado, o prédio
construído pela iniciativa privada passou por adaptações, e entrará em funcionamento
a partir do dia 10 de abril, com estrutura de 140 leitos com respiradores e
unidades de tratamento intensivo exclusivo para portadores do vírus.
A unidade montada no Hospital Oceânico será regulada pelo
sistema de saúde de Niterói para receber apenas pacientes graves de
coronavírus. Não haverá atendimento de emergência e as pessoas devem seguir
procurando as unidades de urgência destacadas como referência para casos
suspeitos de Covid-19 (Hospital Municipal Carlos Tortelly, Unidade de Urgência
Mário Monteiro, Policlínica do Largo da Batalha e Policlínica da Engenhoca).
morro2Bdo2Bestadofoto2Bdivulga25C325A725C325A3o2BLuciana2BCarneiro Niterói reforça medidas para conter o avanço de casosA Prefeitura iniciou desde quarta, dia 8 de abril,
um trabalho de distribuição gratuita de um milhão de máscaras para toda a
população da cidade. Os equipamentos foram comprados de pequenas e médias
confecções da cidade e serão distribuídos por instituições religiosas,
associações de moradores, equipes do Programa Médico de Família, das Unidades
Básicas de Saúde e das administrações regionais.
“Nosso
objetivo é distribuir essas máscaras em uma semana. Reitero que a nossa maior
arma segue sendo o isolamento social. Mas, quem precisar ir às ruas, deve
fazê-lo de máscaras, para se proteger e proteger os outros, já que muitos casos
de coronavírus são assintomáticos” afirmou Rodrigo Neves, prefeito de
Niterói.
Outra
medida adotada foi o plano operacional de restrição dos municípios limítrofes teve
início no sábado, dia 4 de abril, com etapas conforme a evolução do ciclo da
epidemia em Niterói e nas cidades vizinhas.
Pal25C325A1cio 59742B252822529 Niterói reforça medidas para conter o avanço de casos
Economia
A
cidade também está preocupada em reduzir o impacto sócio-econômico das medidas
de isolamento social. Microempreendedores individuais
(MEIs) da cidade se cadastraram via internet, e vão receber um auxílio de R$
500, por três meses, a começar pelo mês de abril. A entrega esta prevista entre
os dias 13 e 17 deste mês. 
“Ainda em abril, nós
começaremos também a conceder crédito, através do Fundo Emergencial de Crédito,
que criamos para manter as nossas empresas de pé. Porque não há contradição
entre salvar vidas e manter a economia da cidade funcionando”, afirmou Rodrigo
Neves.
Além disso, a Secretaria
Municipal de Fazenda irá abrir, a partir da segunda-feira, dia 13, o
cadastramento para empresas interessadas em aderir ao Programa Empresa Cidadã
de Niterói, instituído por lei sancionada pelo prefeito.
Pelo programa, a Prefeitura de
Niterói pagará um salário mínimo, pelos próximos três meses, para até nove
empregados de empresas, entidades religiosas e organizações sindicais com
alvará na cidade e que tenham até 19 funcionários. Espera-se, com a medida,
proteger 10 mil postos de trabalho e beneficiar pelo menos 1.200 empresas.

A Secretaria Municipal de Fazenda  está também
com edital aberto para credenciamento de instituições financeiras que vão
conceder os empréstimos a juro zero para micro e pequenas empresas sediadas em
Niterói. Os juros serão assumidos pela Prefeitura de Niterói, e o montante
esperado a ser emprestado com o programa é de R$ 150 milhões.

O secretário
municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão, Axel Grael,
informou que a distribuição dos cartões para as 35 mil famílias inscritas
no Cad Único acontecerá entre os dias 20 e 27 de abril.
“Uma equipe da área
técnica da Prefeitura está trabalhando arduamente neste processo”, disse o
secretário Axel.
Limpeza e higienização
Para garantir a higiene em
comunidades mais pobres, a Prefeitura segue com a distribuição de mais de 50
mil kits de limpeza de porta em porta por meio do Programa Médico de Família,
com detergente, sabonetes, água sanitária, sabão em pó e álcool em gel fazem. Niterói também investiu num sistema de ponta de
sanitização de suas vias públicas, com o sistema quaternário de amônia de
quinta geração que forma uma película protetora e impede a proliferação de
micro-organismos por três a seis meses.
    

Apoio a São Gonçalo
As prefeituras de Maricá e Niterói vão
repassar
, cada uma, R$ 45 milhões para o governo do Estado
construir um hospital de campanha em São Gonçalo. O montante foi pedido pelo
governador Wilson Witzel aos dois prefeitos.  O hospital de campanha de São Gonçalo será
construído no Colubandê, ao lado do Hospital Estadual Alberto Torres. Uma tenda
já foi colocada no local. A unidade fará atendimento exclusivos para pacientes
com sintomas de gripe que possam ser suspeitos de coronavírus. A previsão do
governo é que o hospital tenha 200 leitos, sendo 40 de CTI.

Tagged: , ,