Reuni25C325A3o2BSobre2B2BSeguran25C325A7a2Bno2BBarreto2Blocal2BHumaita2BFoto2BSergio2BGomes2B2B14 06 20162B25281002529 Barreto quer mais segurança e retorno da delegacia de bairro
Durante reunião promovida pelo vereador e presidente da Câmara de Niterói, Paulo Bagueira para discutir a falta de segurança no bairro do Barreto, Zona Norte de Niterói, moradores reivindicaram às autoridades o retorno da delegacia que atendia a região, o aumento do efetivo de PMs fazendo rondas ostensivas e a volta da Ronda Escolar, realizada pela Guarda Municipal. O encontro, que reuniu cerca de 200 moradores no Clube Humaitá contou com a presença do comandante do 12º Batalhão da Polícia Militar, Coronel Fernando Salema, do Secretário de Segurança Pública e Controle Urbano, Gilson Chagas e do Presidente do Conselho Comunitário de Segurança, Moacyr Chagas, que é morador do bairro.
Na abertura do encontro, o vereador Bagueira apresentou dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), órgão do governo estadual, que demonstra o aumento da criminalidade na zona Norte de Niterói. “Os dados do ISP comprovam a nossa reivindicação. Os índices de criminalidade na área que compreende a 78 DP, que é onde se concentra todas as ocorrências da Zona Norte de Niterói são, em alguns casos, o dobro daquelas que acontecem em outras áreas”, disse Bagueira. Ele lembrou que há uma crise financeira no governo estadual que prejudica a ação das policias civil e militar, por mais que os responsáveis pela segurança tentem trabalhar. “Temos profissionais competentes em Niterói, mas a crise afeta o trabalho, sem dúvida. Porém, a população precisa de uma resposta a essas ações criminais”, ressaltou.
Reuni25C325A3o2BSobre2B2BSeguran25C325A7a2Bno2BBarreto2Blocal2BHumaita2BFoto2BSergio2BGomes2B2B14 06 20162B2528882529 Barreto quer mais segurança e retorno da delegacia de bairro
Também presente na reunião, o Padre Marcelo, da Igreja de São Sebastião, no Barreto fez coro com as críticas dos moradores que pedem mais policiamento. “Até para rezar está difícil. Tivemos dois casos de violência em nossa paróquia e em uma delas os funcionários e voluntários da igreja ficaram reféns de bandidos. Num outro, fiéis foram roubados na saída da missa”, disse.
Já moradores dos prédios localizados ao longo da Rua Doutor Luiz Palmier pediram uma ação efetiva da PM para controlar os assaltos e uso de drogas na Praça Flávio Palmier, localizada em frente ao conjunto residencial do bairro. “Precisamos de uma ação ostensiva da PM. Há assaltos a luz do dia de motociclistas e consumo generalizado de drogas. A PM precisa estar no local, assim como a prefeitura, colocando mais iluminação e podando as árvores, além de cercar com grades a praça que virou um inferno para nós”, disse um dos síndicos do condomínio que preferiu não se identificar.
Também pais de alunos das escolas localizadas no bairro reivindicaram o retorno da Ronda Escolar. Programa da Prefeitura que coloca guardas municipais nas portas das escolas, principalmente no horário de entrada e saída dos estudantes. O Coronel Gilson Chagas, secretário de Segurança Pública disse que o programa está retomando as suas atividades. “Estamos com 70% de nossos veículos consertados e o programa estará de volta em breve”, disse ele, anunciando que o Barreto ganhará câmeras de segurança integradas ao Cisp (Centro Integrado de Segurança Pública) e prometeu para agosto a inauguração da Cidade da Ordem Pública no Barreto. “Com certeza, em agosto, com a sede da Guarda Municipal no Barreto a sensação de segurança no bairro aumentará bastante”, disse Chagas.
Já Fernando Salema, comandante do Batalhão de Niterói criticou os bailes funks e a liberdade com que marginais enfrentam a justiça. “Prendemos muito, mas os bandidos são soltos facilmente e retornam às ruas para continuar a praticar delitos. Precisamos rever essa situação da justiça. O marginal hoje não tem medo e respeito a nada. Até filmam e colocam nas redes sociais os crimes que cometem.  Enfrentamos uma crise financeira absurda, mas continuamos trabalhando de cabeça erguida e precisamos do apoio da comunidade. Parabenizo essa reunião que contou com uma presença maciça da população”, disse.
Para Moacyr Chagas, do Conselho Comunitário de Segurança, a participação comunitária é importante para fortalecer a segurança pública e lembrou que o Barreto poderá ganhar em breve câmeras de segurança interligadas ao sistema da ong  Viver Bem, cujos cabos de fibra ótica já estão chegando ao Barreto. “Só com participação da sociedade, podemos reverter esse quadro”, disse, lembrando que os índices de violência na região do Barreto, Tenente Jardim e Engenhoca já garantem o retorno da delegacia para o bairro. 
Tagged: , , , , ,