Evento
Cidadãos do Mundo terá lançamento de pesquisa sobre os efeitos dos protestos
       

PanorC3A2micadasmanifestaC3A7C3B5esnaav.PresidenteVargas fotodivulgaC3A7C3A3o RafaelWallace Exposição fotográfica lembra um ano das manifestações
Panorâmica das manifestações na Avenida Presidente Vargas
(foto: divulgação/ Rafael Wallace) 

Um
ano após as manifestações que tomaram todo Rio de Janeiro, São Paulo e mais 141
cidades brasileiras, a Casa Rui Barbosa
inaugura uma exposição fotográfica com uma coletânea de registros de
fotojornalismo, feitos por quatro fotógrafos e um jornalista: Carlos Santiago,
Érica Ramalho, Luiz Roberto Lima, Mauro Pimentel e Rafael Wallace. A exposição
será aberta às 17h do dia 2/6, véspera do primeiro aniversário das
manifestações que tomaram as ruas do país, tendo como reinvidicações melhores
serviços públicos, contra o aumento das passagens de ônibus e pela ética na
política.

O
visitante poderá ver de perto as impressionantes imagens de manifestantes, faixas, confrontos,
entre elas, a foto de Mauro Pimentel, ganhadora do Prêmio Tim Lopes, que mostra
o ataque à Assembleia Legislativa. Há também os registros de Luiz Roberto
Lima que foram capa de revista e a panorâmica da grande passeata pela Av.
Presidente Vargas tirada por Rafael Wallace, que também é o curador da
mostra.
“A
mostra reúne fragmentos de momentos históricos, uma quantidade enorme de
sentimentos e atitudes que mostram como essa cidade é plural em propósitos e
reivindicações. E com esses olhares, que propõem recortes da complexa
realidade, apresentamos Cidadãos de Junho”, ressalta Rafael.
Ele
divide a curadoria da mostra com o pesquisador Júlio Aurélio, idealizador da
exposição e autor da pesquisa Cidadãos de Junho sobre os efeitos dos protestos.
O cientista político e constitucionalista diz
que o processo ainda não acabou e vai se manifestar nas urnas, em outubro,
quando serão eleitos governadores e o presidente da República. “Foi um
movimento representativo da tendência geral da sociedade brasileira, que coloca
os serviços públicos essenciais na agenda política do Brasil. O cidadão é o
contribuinte e quer o Estado como retribuinte. O que vimos é uma força enorme
que pode mudar o Brasil”, resume ele.
A
exposição fica de 2 a
6 de junho, das 9h às 17h, na Casa de Rui Barbosa, na Rua São Clemente, 134
Botafogo, com entrada franca.

Tagged: ,