Obra faz uma homenagem aos 30 anos de carreira da dupla Zé da Velha e Silvério Pontes

a2Bmenor2Bbig2Bband2Bdo2Bmundo2BCAPA2 Livro “A Menor Big Band do Mundo” será lançado em Niterói
Os escritores e historiadores niteroienses André Diniz e Diogo Cunha lançam o livro “A Menor Big Band do Mundo” (Al-Farábi Editorial), no dia 18 de dezembro, às 14h, no Bar Itália, em Niterói. A obra faz uma homenagem aos 30 anos da dupla de músicos Zé da Velha e Silvério Pontes, talentosos e renomados artistas, que já trabalharam com ninguém menos que Pixinguinha. 
Na publicação, os autores se debruçam sobre o arquivo pessoal do duo musical, além de lançar mão de entrevistas, jornais e livros para traçar um perfil biográfico da “Menor Big Band do Mundo”. O dia em que Zé da Velha conheceu Pixinguinha, as peripécias de Silvério ao lado de Tim Maia, entre outras histórias vêm à tona no livro.
Na ocasião, Zé da Velha e Silvério Pontes vão conversar com o público, autografar os livros e participar, ainda, de uma animada roda de samba e choro ao lado de convidados especiais como Daniela Spielmann, Alexandre Maionese, Charles do Violão, Netinho do Pandeiro e grupo Gafieirando. O livro custará 35 reais.
Silverio Pontes e Ze da Velha 2 Foto Foto Berg Silvae Livro “A Menor Big Band do Mundo” será lançado em Niterói
Silvério Pontes e Zé da Velha: homenagem aos 30 anos de carreira
(foto divulgação/Berg Silva)
Nascido em Sergipe, José Alberto Rodrigues Matos, o Zé da Velha, foi influenciado musicalmente pelo pai, alfaiate profissional, flautista e saxofonista amador. Já morando no Rio, aos 15 anos começou a tocar trombone, primeiro de pistão, mais tarde de vara. Logo cedo, se enturmou com músicos de gafieira, sambistas e chorões da Velha Guarda, de onde veio o apelido que virou nome artístico. Já o trompetista Silvério Pontes, 20 anos mais jovem que Zé da Velha, transita pela área do choro e tocou ao lado de artistas como Luiz Melodia, Tim Maia, Elza Soares e integra o naipe de metais do grupo de reggae Cidade Negra. A parceria entre Silvério e Zé começou em 1986 e deu tão certo que os dois passaram a se apresentar juntos. 
O livro foi escrito pelo historiador André Diniz, autor de mais de duas dezenas de livros, e Diogo Cunha, pesquisador do Observatório de Favelas, e também co-autor em diversas publicações.
O Bar Itália fica na av. Prefeito Sílvio Picanço, 651, Charitas, Niterói-RJ. Mais informações pelo telefone: (21) 2619-8634