marcosnelson1 Marcos Nelson : 45 anos de amor ao Central
Advogado, ex-jogador de futebol profissional,
aposentado pelo antigo Banerj – Banco do Estado do Rio de Janeiro – Marcos
Nelson Gusmão é um amor declarado pelo Clube Central, na Zona Sul de Niterói,
há mais de 45 anos.
         Ainda menino, Marcos
Nelson foi levado por seu pai para o Central, onde jogava futebol de salão e
basquete, na quadra que existia onde hoje estão as piscinas. Jogou em seguida no Canto
do Rio e Vasco da Gama. Aos 22 anos de idade, ingressou na faculdade de Direito
da UFF, onde formou-se advogado, fazendo então concurso para o Banerj, passando
e ocupando vários cargos naquele banco. Sua participação como diretor do
Central deu-se a convite do então presidente, Rubem Maragno, como diretor
social. Logo a seguir, foi diretor financeiro, assim permanecendo anos
acumulando a função na parte social.
Super presidente
Tamanha a dedicação e carinho de Marcos Nelson pelo Clube Central que
elegeu-se presidente do clube, cargo para o qual está no sétimo mandato.
As festas
Desde que passou a integrar a diretoria, Marcos Nelson incrementou o
reveillon, o baile de Gala, com traje a rigor, a saída da banda, no domingo que
antecede o Carnaval; o samba na piscina, quando se elege a Rainha e o Rei do
Carnaval de clube, bem como o show do Julinho e as suas mulatas, festa que
acontece no segundo domingo de fevereiro, e ainda as matinées domingo, segunda
e terça-feiras de Carnaval. Ressaltando o trabalho de sua esposa, Jesse Gusmão,
e seu diretor social, Carlos Avelar Enrice, sua maior emoção foi ter sido
indicado como sócio benemérito, ao lado de Ivan Galindo, Rubém Maragno, José
Ferreira, o “Tude” e Manoel Machado, ex-presidentes do Central.
Ao finalizar a entrevista com o Casa da Gente, Marcos Nelson conclamou:
“Quero ver toda a família centraliana na Banda do Central”.