Mais uma chance para curtir o grupo que comemora os 20 anos de carreira
Os2BMorenos Hyrin25C325A9a2BBorn25C325A9o Os Morenos a preços populares em São Gonçalo
Os Morenos no palco do Tamoio
(foto divulgação Hyrinéa Bornéo)
No dia 31, a partir das 21h, o Grupo Os Morenos dará continuidade a “Temporada 20 anos de carreira”, no Clube Tamoio de São Gonçalo. O evento que é realizado quinzenalmente, contará com a abertura de Fred Tavares. As damas tem entrada gratuita a noite toda; já os cavalheiros, tem ingresso promocional no valor de R$ 15,00, já à venda na bilheteria do Clube Tamoio; Restaurante Mizuki (Parada 40); Loja Invictus Multimarcas (Jardim Catarina) e Salão do David Gomes (Trindade).

Depois de oito anos afastados da mídia, Os Morenos retornam em grande estilo para reviver os 20 anos de carreira. Com a formação original composta por Charlles André, Alex Alves, Ezio San, Gilmar Pqd, Betinho Moreno e Marcelo Moço, o Grupo vem empolgando e contagiando o público com músicas que foram grandes sucessos na década de 90, mas que ganharam uma nova roupagem. 

Além disso, entrou no repertorio dos atuais shows músicas inéditas. As canções “Bala sem Papel”, “Teu charme” e “Mexe comigo” são apostas para essa fase do Pagode Retrô. O diferencial de ter quatro vozes embalando as canções eternizadas pelo público fará com que as novas músicas também tenham uma pegada forte, que já é a marca registrada com a qualidade “Os Morenos”.

Formado em 1994, o Grupo Os Morenos ficou na memória do público com músicas como “Marrom bombom” – chegou a tocar na rádio 39 vezes no mesmo dia –  “Mina de fé” e “Tá a fim de sambar“, fazendo com que o Grupo conquistasse um fã clube organizado e cheio de alegria e alto astral. 

Com 6 álbuns e mais de 2 milhões de cópias vendidas. “O grupo acredita na força que “Os Morenos” têm e aproveitam a sintonia para esse novo momento da carreira. Após o amadurecimento do trabalho e a imensa vontade de tocarem juntos, o grupo não poupará energias para retornar ao seu lugar no cenário musical”, afirma o empresário Francisco Marins.