A2Bveterinaria2BAndressa2Bresolveu2Binvestir2Bna2B25C325A1rea2Bem2B2010 Pet sitter: uma profissional para cuidar do seu bichinho
A veterinária Andressa resolveu investir na área a partir de 2010
(foto divulgação)
O serviço de pet sitter
não só se profissionalizou no Brasil como também tem se tornado bastante
necessário em um país que é o segundo maior na população de pets do
planeta perdendo apenas para os Estados Unidos. Segundo o IBGE são cerca de 50
milhões de cães e 20 milhões de gatos, ou seja, mais de 70 milhões de animais,
sendo que em 63% dos lares onde eles estão acomodados, são tratados com membros
da família ou “filhos”, também segundo levantamento do IBGE.
A veterinária Andressa Gontijo, especializada em
fisioterapia, acupuntura e nutrição, criou a My Pet`s Nanny em SP em 2010,
que não só oferecia cuidadores de animais domésticos, incluindo cães, gatos e
silvestres, como também formava babás de animais com cursos espalhados pelo
Brasil e ainda oferecia micro-franquias desse negócio tão emergente no país.
Além de treinar as “babás”, Andressa inovou acrescentando ao
serviço a “pet câmera”, por meio da qual o tutor pode acompanhar o
atendimento ao seu bichinho durante todo o período de sua ausência. Faz parte
do atendimento também um suporte veterinário ativo 24h.
“A grande vantagem da pet sitter em casa é
garantir a tranquilidade do bichinho, já que muitos podem ficar estressados e
ansiosos quando sozinhos. Os cheiros, objetos e rotina do animal ajudam a
acalmá-lo na ausência dos tutores”, explica.
Danielle2B 2Bap25C325B3s2Bpassar2Bpor2Buma2Bdepress25C325A3o252C2Blargou2Btudo2Bpara2Bse2Bdedicar2Baos2Banimais252C2Bcomo2Bpet2Bsitter Pet sitter: uma profissional para cuidar do seu bichinho
Após passar por uma depressão, Danielle largou tudo para se dedicar
à àrea (foto divulgação)
Em Niterói, Danielle Rosa Patrizzi atua como uma pet sitter
credenciada. Além disso, ela oferece hospedagem domiciliar para cães de pequeno
e médio porte, pet sitter em eventos e recreativo, passeios e flypet
(quando o tutor vai se mudar para outro pais e precisa agilizar toda parte
burocrática para levar o pet com ele).
 “Há pouco mais de
dois anos eu trabalhava com arquitetura e me descobri em depressão. Percebi que
os momentos felizes que eu tinha era com os meus pets e decidi largar
tudo e trabalhar com animais. Com isso comecei a procurar várias carreiras e me
deparei com a de pet sitter. Então comecei a pesquisar sobre isso e
conheci a empresa My Pet’s Nanny. Fui até São Paulo, fiz as provas e
treinamentos, me identifiquei com o trabalho e resolvi pegar uma franquia”,
conta. 
O atendimento tem duração mínima de meia hora podendo se
estender a uma ou mais horas. A babá troca a comida, a água, limpa a caixinha
de areia (se for gato) e leva para passear e fazer as necessidades se for
cachorro. Também cuida de aves, peixes, coelhos e outros animais legalmente
admitidos como domésticos.
Antes de iniciar as visitas, a babá de animais faz uma
entrevista com os tutores e desenha o perfil do animal levando em consideração
a idade, raça, condições de saúde e comportamento. Pode ser adicionado um
serviço de recreação para exercitar o animal em passeios e/ou atividades
físicas de duas a quatro horas algumas vezes por semana. Em Niterói, o telefone
para mais informações é: (21) 98206-9810.