IMG 6223 Prefeito de Niterói: “A cidade vai ser moderna em 2014 »
Rodrigo Neves, acompanhado do secretário de Educação, Waldeck Carneiro, do presidente da Fundação Municipal de Educação, José Henrique Antunes; a diretora da Escola Municipal Ernani Moreira Franco, Maria Angélica Borges Gomes e a presidente da Associação de Moradores do Bonfim, Rosângela Neri.
O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, reuniu-se com
jornalistas, fazendo um balanço do seu primeiro ano no governo, quando disse
ter praticamente saneado as finanças, além de haver concluído várias obras,
destacando ainda o recapeamento de inúmeras ruas, promovendo um apurado estudo
na questão da mobilidade urbana, saúde, segurança, habitação e cultura da
cidade.
“Agora vamos realizar de fato promovendo uma Niterói
moderna e com a participação dos moradores, desejando nesse momento um bom
natal e um feliz ano novo para todos” , enfatizou o prefeito.
Niterói que Queremos
A Prefeitura
de Niterói lançou
neste mês o Portal Niterói que Queremos (www.niteroiquequeremos.com.br). A plataforma digital é parte do projeto de mesmo
nome, que consiste
na elaboração de um planejamento estratégico do município para os próximos 20
anos. O site é um canal de comunicação em que a sociedade niteroiense poderá
participar e pensar, em conjunto com o poder público, o futuro do município e a
construção de uma cidade mais moderna, inclusiva e sustentável.
O portal fica
no ar até o dia 10 de março de 2014, quando os cidadãos poderão dar opinião
sobre as diversas áreas da cidade, além de sugestões e dizer o que espera
para Niterói nos
próximos anos. Para isso, basta preencher o formulário disponível no site. A
população também poderá participar presencialmente nos seis encontros
regionais que serão
organizados pela prefeitura em 2014, cujas datas serão divulgadas em breve.
Obras no Hospital Carlos Tortelly 
A Prefeitura de Niterói, por meio da
Empresa Municipal de Moradia, Urbanização e Saneamento (Emusa) assinou contrato
para realização de obras na emergência do Hospital Municipal Carlos Tortelly. Com
a construção da nova emergência, o setor passará de 18 para 36 leitos – um
aumento de 100%. Além disso, haverá a qualificação dessas vagas: nove serão de
Unidade Intermediária (UI) e três de Tratamento Intensivo (UTI), para os
pacientes mais graves. Todo o setor será  adequado às normas do
Ministério da Saúde, voltando a ser referência para urgências clínicas.
“O Carlos Tortelly é
um hospital estratégico, muito importante para cidade, e recebe hoje uma
sobrecarga de atendimentos devido ao fechamento da emergência do Hospital
Universitário Antonio Pedro. Após as obras, que devem durar cerca de seis
meses, voltaremos a oferecer uma emergência clínica de alta qualidade para a
população”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Chico D’Angelo. 
Moradias populares
O secretário de Habitação de Niterói,
Marcos Linhares, encaminhou à secretária municipal de Urbanismo e Mobilidade
Urbana, Verena Andreatta, a documentação para a liberação de seis
empreendimentos habitacionais, totalizando 1.160 unidades para famílias com
renda mensal de até R$ 1.600,
a
serem construídos na cidade.
Linhares explicou que os imóveis são
parte do programa Morar Melhor, lançado pelo prefeito Rodrigo Neves em abril
deste ano  e que prevê a
construção de 5 mil unidades habitacionais até o fim de 2016. Ele acrescentou
que este ano, já foram contratadas 1.140 unidades (600 nio Caramujo e 540 no
Baldeador e outras 220 estão em análise no Sapê, também no Poço Largo), que devem
começar a ser entregues em 2015. O objetivo é contratar outras 2.500 unidades
ainda em 2014, cumprindo, assim, a meta de todo o programa estipulado pela
prefeitura. 
Plano de
Cargos para os servidores da Educação
Foi
sancionada no último dia 12, a
lei que institui o Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) dos servidores
da Fundação Municipal de Educação de Niterói. Com o novo plano, que entra em
vigor em 1º de janeiro de 2014,
a
gestão municipal investirá aproximadamente R$ 100
milhões nos próximos três anos em melhorias salariais e benefícios para os
profissionais da rede municipal de ensino.
Além do
plano, o governo investe na ampliação da rede, especialmente na educação
infantil, com o programa Mais Infância. Este ano foram inauguradas cinco
Unidades Municipais de Educação Infantil (Umeis). Em 2014 serão construídas
mais cinco. “Vamos praticamente dobrar o número de unidades. Nossa meta é, até
2016, zerar o déficit da educação infantil, para que nenhuma criança da parcela
da população que mais precisa fique fora da escola”, afirmou o prefeito.

Tagged: ,