ProjetodoCentroIntegradodeSeguranC3A7aPublica Prefeitura de Niterói anuncia licitação para construção de Centro Integrado de Segurança Pública

A Prefeitura de Niterói publicou no
Diário Oficial do Município o aviso da concorrência pública para a construção
do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), empreendimento que vai
monitorar todos os bairros do município com 500 câmeras. O investimento será de
R$ 6,5 milhões, sendo R$ 3,5 milhões do governo federal e o restante da
prefeitura. O prazo estimado de conclusão da obra é de 16 meses.


O Cisp será construído na Estrada
Francisco da Cruz Nunes, em
Piratininga, e terá 1.756 metros quadrados de área construída. No
prédio, que terá subsolo, quatro pavimentos e cobertura, vão funcionar o Centro
de Comando e Controle de segurança, uma central de monitoramento de trânsito e
também abrigará a sede da Administração Regional da Região Oceânica.

A construção do Cisp integra-se a uma
série de medidas para melhorar a segurança em Niterói. Outras iniciativas foram
a ampliação da presença da Guarda Municipal nas ruas, a criação do Regime
Adicional de Serviço, a implantação do programa Patrulha Escolar, com a guarda
patrulhando o entorno das escolas municipais, o Calçada Livre, de atuação na
ordem pública, e a convocação, nos próximos dias, do concurso público para
dobrar o efetivo da guarda, que será realizado ainda neste semestre.

O projeto do Centro Integrado de
Segurança Pública prevê a integração, em um mesmo espaço, das forças de
segurança do município (Guarda Municipal), do Estado (polícias Militar e Civil
e Corpo de Bombeiros), e federais (polícias federal e rodoviária federal).

O prefeito Rodrigo Neves destaca que, apesar de a segurança
pública ser uma atribuição dos estados, segundo a Constituição, é fundamental a
participação das prefeituras em ações para combater a violência.
“As prefeituras podem ajudar a
enfrentar esse problema da insegurança e nós estamos fazendo isso aqui em
Niterói. E para esse enfrentamento buscamos parcerias com os governos estadual
e federal. No caso do Cisp, apresentamos o projeto ao Ministério da Justiça,
que o aprovou e liberou recursos. Com união e iniciativas integradas, vamos
devolver a tranquilidade para a população de Niterói”, afirma Neves.