UmadasfotosdaexposiC3A7C3A3oqueficaemcartazatC3A9dia10deagosto fotodivulgaC3A7C3A3o JavierSolis Um mundo para ver
Foto da exposição (divulgação/ Javier Solis)
Fotógrafo colombiano expõe trabalho na Sociedade Fluminense de Fotografia

A Sociedade Fluminense de Fotografia  (SFF) apresenta
a exposição individual “Flor – Um Mundo Para Ver”, do fotógrafo colombiano
Javier Solis.  O trabalho que fica em cartaz até o dia 10 de agosto na
Galeria Jayme Moreira de Luna pode ser visitado diariamente, de 9h às 19 horas
e aos sábados de 9h às 13 horas.
A mostra, a segunda individual do artista na SFF,
reúne 12 fotografias em preto e branco onde retrata o dia a dia de Flor, uma
cantora deficiente visual que trabalha nas ruas de Bogotá, capital da Colômbia.
A coletânea de fotos, todas feitas com máquinas analógicas, foi feita ao longo
de dois anos, durante a caminhada que Javier fazia de casa para o antigo trabalho,
no Ministério da Fazenda colombiano.
“Passava por ali todos os dias, sem dar atenção ao
ambiente urbano,  até que um dia resolvi fotografar e desde então, nunca
mais passei por ali, sem avaliar o ambiente e buscar um novo ângulo para
fotografar o trabalho de Flor que acabou virando uma grande amiga. Os cartazes
colados numa parede ao fundo de onde Flor trabalhava, também aguçaram a minha
criatividade e a vontade de continuar fotografando o trabalho dela”, explica
Javier, que em seu trabalho, traça um paralelo do cotidiano de Flor com os
títulos dos cartazes que, em sua maioria, anunciavam peças de teatro e shows
musicais.
Para o fotógrafo Antonio Machado, que preside a
Sociedade Fluminense de Fotografia, o trabalho de Javier tem como base o
cotidiano do seu país. “Em 2011, durante o Encontro com a América do Sul, ele
expos pela primeira vez na SFF com  “Carnaval em Preto e Branco”, que nos
chamou muito a atenção pelo uso da fotografia analógica e em preto e branco.
Estamos tendo a oportunidade de trazê-lo de volta a Niterói. A sua exposição,
dessa vez retratando o dia a dia de uma deficiente visual,  acontece,
coincidentemente, quando iniciamos a organização do primeiro curso de
fotografia voltado para deficientes visuais”, afirma ele.
A exposição fica em cartaz de segunda a sexta-feira,
de 9h às 19 horas, e aos sábados de 9h às 13 horas, até 10 de agosto, na Galeria
Jayme Moreira de Luna
. A Sociedade Fluminense de Fotografia  fica na rua Doutor Celestino, 115 – Centro –
Niterói. Mais informações pelo telefone (21) 2620 1848 
https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif

Tagged: , , , ,