BrunoLessa Vereador Bruno Lessa diz o que fez

Em seis meses de seu mandato, o vereador Bruno Lessa, o mais jovem de Niterói, vem se revelando um dos mais atuantes e neste período apresentou 20 Projetos de Lei, 36 requerimentos e 278 indicações. Recentemente, editou um informativo que está sendo distribuído à população como prestação de contas.
Bruno Lessa é estudante de Direito da UFF e militante político desde cedo. Aos 16 anos, foi presidente da juventude do PSDB de Niterói. E é filho do ex-deputado estadual Silvio Lessa. Em 2008, com apenas 17 anos, Bruno recebeu 1.526 votos para vereador, uma iniciativa que o fez no pleito seguinte alcançar a marca de 2.572 votos, elegendo-se para a atual legislatura.

Estacionar é caro

Na sua prestação de contas, Bruno Lessa destaca: 
“Os estacionamentos da cidade se tornaram uma verdadeira mina de ouro. Nos shoppings, a tarifa é cobrada inclusive para os próprios clientes. Por isso, apresentei o Projeto de Lei número 69/2013, que visa acabar com a cobrança nos estacionamentos, como já acontece em outros Estados”.
Pelo projeto, estacionar é gratuito para o cliente que efetuar compras a partir de R$50 ou 10 vezes a tarifa mínima cobrada pela parada, incluindo despesas com alimentação.
“Não consigo compreender, nem achar justo, que o consumidor que incentiva o comércio local tenha que pagar pelo estacionamento. Acredito que esta é uma lei que beneficia a todos: os lojistas, a população e, principalmente, à cidade”.

CPI dos desabrigados

Ao visitar os 300 desabrigados da tragédia do Bumba que ainda vivem no 3° BI, Bruno se revoltou com as condições do local: “Encontrei um espaço insalubre, sanitários desumanos e reclamações sobre alimentação. É revoltante a incompetência do poder público e, sobretudo, o fato destas pessoas ainda estarem lá”.
Bruno Lessa questionou também o contrato entre a Prefeitura e a empresa que fornece quentinhas para os moradores:
“O contrato foi de R$ 2,5 milhões no ano passado e prorrogado até junho deste ano por mais R$938 mil. Recebi queixas que a comida fornecida é aquém das que vi no cardápio, e às vezes imprópria para o consumo”.
As denúncias levaram o vereador Henrique Vieira a entrar com um pedido de CPI, prontamente assinado por Bruno Lessa. Para instauração da Comissão, falta apenas uma assinatura. 
“CPI dos desabrigados, já!”   

Outras participações

brunolessacomcrianC3A7as Vereador Bruno Lessa diz o que fezBruno Lessa também apresentou um repúdio à Concessionária CCR Barcas, contra o anúncio do aumento das tarifas em 6,66%, o que gerou protesto organizado pelo movimento “Sou Niterói”. Após a votação, Bruno Lessa se uniu aos participantes do protesto na Praça XV, o qual ocorreu de uma forma pacífica.
Bruno é presidente da CPI dos Transportes Coletivos, requerimento por ele apresentado, fazendo com que a população tenha acesso tanto às reuniões como aos documentos:
“Essa CPI será a mais transparente da história de nossa cidade.  As reuniões são filmadas e os documentos acessíveis a todos”.
 Iniciada no mês de agosto, a CPI terá 90 dias para apresentar seu relatório, podendo ser prorrogada por mais 90 dias. 

Passe livre para universitários

Para a maioria dos universitários, a rotina de estudante não é nada fácil, principalmente quando o assunto é dinheiro. Mesmo para aqueles que estudam em instituições públicas, os gastos com livros, matérias, cópias, alimentação e transporte passam do orçamento mensal da família. Para os estudantes do ensino fundamental e médio, a gratuidade do transporte é garantida por Lei. Porém, os universitários não possuem nenhuma Lei similar que assegura tal benefício, pelo menos até então. Com o objetivo de oferecer uma maior economia para os estudantes das universidades públicas e privadas do município, o Vereador Bruno Lessa apresentou na Câmara Municipal o Projeto de Lei que cria o Passe Livre Universitário.
Pelo projeto, os estudantes de entidades públicas ganham o direito à gratuidade nos transportes públicos e os de instituições privadas o benefício da meia passagem. 
“Esse é um dos meus projetos mais importantes. Como universitário, sei perfeitamente da dificuldade que diversas famílias têm para manter seus filhos estudando, já que o custo é alto. Assim, acredito que essa iniciativa irá trazer para os estudantes e, logicamente, para suas famílias, uma enorme economia no orçamento”, explica.


O passe livre universitário foi uma das propostas de campanha de Bruno Lessa. 
Mais detalhes, acesse: facebook.com/brunolessapagina
facebook.com/brunolessaperfil
[email protected]

Tagged: , , ,