Dizem que uma das vantagens de se morar em Niterói é ter uma vista privilegiada da cidade do Rio de Janeiro. A conhecida piada entre niteroiense e cariocas acabou se firmando como um dos reais atrativos turísticos da cidade, com potencial ainda maior com a facilidade de acesso às belas praias da cidade, em especial na Região Oceânica, com a recente inauguração do Túnel Charitas-Cafubá.

Da origem da palavra Niterói – que se remete no idioma tupi-guarani ao significado de “Águas Escondidas”, a cidade vem apostando cada vez mais nas suas belezas naturais para atrair olhares dos seus próprios moradores e dos turistas que vem de toda parte do mundo. Nesta edição, que abre a série especial de reportagens “Paisagens de Niterói”, vamos trazer os encantos das Praias de Adão e Eva e a Praia de Piratininga.   

Jurujuba

enseada da colonia de pescadores de Jurujuba foto Luana Dias Recantos para admirar o por do sol na cidade de Niterói
A tranquilidade da colônia de pescadores de Jurujuba (foto Luana Dias)

O bairro de Jurujuba abriga uma das maiores e mais charmosas colônia de pescadores de Niterói. Com diversos restaurantes especializados em frutos do mar, a região tem o privilégio de ter alguns dos pontos turísticos da cidade, como a Fortaleza de Santa Cruz, que “protege” a entrada da Baía de Guanabara na extrema ponta da região.

Praias de Adão e Eva

Praia de Adao e Eva foto Luana Dias 2 Recantos para admirar o por do sol na cidade de Niterói
Fim de tarde na praia de Adão e Eva, em Jurujuba
(fotos Luana Dias)

As praias de Adão e Eva também são um show à parte: os dois recantos de águas normalmente calmas são praias “gêmeas”, uma com 250 metros de areia fina, e outra com 150 metros. O local é escolhido por famílias que desejam aproveitar o dia de sol sem cruzar longas distâncias, casais apaixonados que buscam paisagens exuberantes para suas fotos e vem atraindo turistas brasileiros e internacionais, exatamente pela sua perspectiva privilegiada dos principais cartões postais da cidade do Rio: o Pão de Açúcar e o Cristo Redentor. Apesar de serem praias banhadas pelas águas da Baía de Guanabara, elas vêm apresentando condições de balneabilidade, o que  faz a alegria dos banhistas.

Praia de Piratininga

foto Luana Dias Recantos para admirar o por do sol na cidade de Niterói
Casais apaixonados aproveitam do cenário natural para fotos (Foto: Luana Dias)

Do outro lado da cidade, a Praia de Piratininga é uma das maiores praias da Região Oceânica. Na verdade, o local é formado pela união de duas praias: Praião, com ondas mais fortes, e Prainha, de menor extensão e águas mais calmas, totalizando quase 3km de costa. Com a inauguração do túnel Charitas-Cafubá, a travessia entre a Zona Sul e a Região Oceânica ficou mais rápida: sem engarrafamentos, em menos de dez minutos pode-se passar de uma região a outra. Com isso, a praia vem atraindo cada vez mais banhistas de todas as regiões do estado do Rio de Janeiro.

Luiz Henrique Mayara e a filha Ana Luiza aproveitam da vista da Pedra da Baleia foto Luana Dias Recantos para admirar o por do sol na cidade de Niterói
Luiz Henrique Santos, o “Riquinho”, acompanhado da esposa
Mayara e a filha Ana Luiza curtem o por do sol de Piratininga

Vindos de Itaboraí, Luiz Henrique Santos, o “Riquinho” e a sua esposa Mayara Barbosa fazem questão de trazer a pequena Ana Luiza de apenas cinco anos de idade para aproveitar o dia de folga da família em Piratininga.

“Tenho família aqui em Niterói e há anos venho passear na cidade, em especial Piratininga, porque tem um ambiente mais familiar e tranquilo. Já curti muito Copacabana, Leblon, mas pra nós além de ser mais distante, eu acho que ficou mais perigoso. Aqui, além de ser mais acessível, é o local ideal para minha filha brincar na Prainha”, contam.

Na divisão entre as duas praias, a Pedra da Baleia é usada por pessoas que apreciam um bom mergulho, e é o ponto ideal pra quem quer admirar o belo por do sol que por ali desponta.

Tagged: , ,