Campo da astrologia prevê compatibilidade entre casal

sinastria amorosa
Foto por Josh Rangel em Unsplash

A astrologia é usada como ferramenta em diversos campos da vida. Pessoas em busca de autoconhecimento ou que precisam de auxílio vocacional podem se beneficiar da leitura dos astros. Porém, uma das interpretações mais procuradas quando se analisa o mapa astral é a sinastria amorosa, ou seja, a compatibilidade entre determinado casal.

Por muito tempo, sites que prometiam revelar a afinidade entre duas pessoas, baseando-se apenas no signo solar, fizeram sucesso. Por exemplo, um é de capricórnio, o outro de libra. Qual seria o resultado? Porém, essa leitura é superficial e não existem, de fato, signos que simplesmente combinam mais ou menos. 

A sinastria amorosa leva em consideração todo o mapa astral dos indivíduos, posicionamentos planetários, casas e diversos outros detalhes. Portanto, é necessário que o casal entre em contato com um profissional, com curso de astrologia no currículo, para auxiliá-los nesse processo. 

A leitura da sinastria alerta sobre variados desafios que o casal poderá enfrentar, além de salientar pontos positivos, que merecem ser valorizados. Por isso, é extremamente útil para todos que planejam ter uma relação longa e saudável.

Você sabe o que é sinastria amorosa?
Sinastria mostra pontos fortes e fracos em cada relacionamento (Foto: Reprodução / Canva)

Análise de sinastria amorosa

Compreendido a importância da sinastria e como a leitura correta pode impactar uma relação amorosa, é preciso que o casal entenda como é o processo, a fim de estar munido de todas as informações necessárias na hora da consulta com o profissional.

A sinastria amorosa leva em consideração o mapa astral natal de cada indivíduo. Por isso, ambos devem oferecer ao astrólogo responsável dados como dia, horário e local de nascimento. A partir daí, o profissional terá acesso a detalhes específicos sobre os posicionamentos astrológicos de cada um. 

Como dito, é preciso levar em conta aspectos específicos de cada mapa e analisar como é a combinação entre os dois – se os astros estão localizados de maneira harmônica ou se são pontos que podem trazer conflitos para o casal. 

iU823S5gxMjYkdqI4h69cwQv5x4B0WoKEmm RXloggAQRHuAUoNXhUjY2M5whhfZRXsZSI7zreHcNJsIGAwRD Você sabe o que é sinastria amorosa?

Vênus, Lua e Mercúrio são alguns dos posicionamentos mais importantes para a sinastria amorosa (Foto: Reprodução / Canva)

Aspectos importantes na sinastria

A leitura da sinastria amorosa procura apontar como será a dinâmica entre determinado casal – ou seja, como cada um demonstra seu afeto, como lidam com desafios e o que priorizam em sua vida. Assim, há posicionamentos no mapa astral que chamam atenção. 

Vênus, que representa a deusa romana do amor, é um planeta de grande destaque nessa análise. Astrologicamente, fala sobre como a pessoa busca seduzir seus parceiros, como ama e como demonstra esse sentimento. Além disso, Vênus pode abordar preferências estéticas, por ser um planeta que fala tanto do amor, quanto da beleza. 

O signo que está localizado na Lua também falará sobre sentimentos mais profundos. Relacionado também ao lado maternal, aborda pontos como cuidado com os outros, formação do inconsciente e vida sentimental.

Outro ponto essencial para manter a saúde de uma relação é a comunicação. Dessa forma, Mercúrio é um planeta analisado atentamente durante a leitura. Além de falar sobre como uma pessoa se comunica, é um posicionamento que abrange inteligência emocional e a forma de expressar determinados sentimentos e emoções.

Por outro lado, qualquer relacionamento entre duas pessoas está sujeito a brigas e conflitos. Por isso, Marte é igualmente importante na sinastria amorosa. Associado ao Deus da Guerra, é um planeta que aponta, de maneira geral, reações a estímulos. Por isso, é associado à forma como a pessoa briga, discute e defende seus pontos. Porém, também está ligado ao sexo e preferências na hora da sedução. 

Quem também trata da sexualidade, dentre outros assuntos, é Lilith, conhecida como Lua Negra. Na astrologia, se refere à maior distância da órbita da Lua quando comparada à Terra. Muitos astrólogos afirmam que é um posicionamento que aborda desejos ocultos, sendo bastante relacionada à sexualidade, fetiches e instintos carnais. 

Por fim, algumas casas devem ser analisadas com maior atenção durante uma leitura de sinastria. A Casa 5, por exemplo, aponta tendências relacionadas à vida amorosa e até mesmo à criação de filhos. Também irá falar sobre o prazer – seja a forma como a pessoa prefere passar seu tempo livre ou até mesmo suas vontades sexuais. 

Já a casa Casa 7, que representa o Descendente (oposto ao Ascendente), discorre sobre a maneira com que alguém se relaciona com outro, ou seja, qualquer associação formada ao longo da vida. Por isso, além de trazer indicativos sobre amizades e sociedades empresariais, irá falar bastante sobre namoros e, principalmente, casamentos.