Brasil tem pelo menos 3 mil espécies de PANCS catalogadas

Você já ouviu falar das Pancs? A sigla é utilizada para nomear as plantas alimentícias não convencionais que podem incrementar o cardápio por serem nutritivas e saborosas.

Uma das grandes conhecidas é a ora-pro-nóbis, que apresenta uma grande quantidade de proteína e ferro e, por isso é usada para auxiliar no combate de anemias. Ela também é rica em vitaminas C, A, B e fibras que promovem o bom funcionamento do intestino.

As pancs podem estar naquele vaso, pracinha e até mesmo naquela horta comunitária do seu bairro, só que aos olhos despercebidos, podem parecer apenas um mato qualquer ou um objeto de decoração.

plantas comestiveis Plantas comestíveis que podem compor o seu cardápio

Variedades de plantas alimentícias não convencionais

Só no Brasil, há pelo menos 3 mil espécies de plantas alimentícias reconhecidas e catalogadas. Porém, com a instalação das grandes monoculturas e o crescimento da população, nossa alimentação ficou baseada em uma pequena parcela de alimentos, excluindo uma boa parcela dessas plantas que podem ser facilmente encontradas e incluídas no cardápio

É importante esclarecer que nem tudo que se vê crescendo por aí é uma panc, existe muita planta venenosa e perigosa na natureza, por isso é importante pesquisar antes de incluir na alimentação. Confira a seleção de pancs que podem ser encontradas no delivery de orgânicos do A Boa Terra

  • Capuchinha: a flor comestível é naturalmente antibiótica, desinfetante, digestiva, diurética e anti-inflamatória, pois conta com grande quantidade de vitamina C em suas folhas. A  capuchinha também pode ajudar a tratar infecções urinárias.
  • Peixinho: essa folha pode ser consumida frita, empanada ou à milanesa como se fosse um peixe. A planta também apresenta cálcio, magnésio, fósforo e minerais que ajudam na calcificação óssea e formação dos dentes, além de ter ação medicinal, já que possui ação microbiana e emoliente, sendo eficaz contra tosses e irritações da faringe. 
  • Almeirão-do-campo: suas folhas apresentam alto teor de cálcio, zinco, fósforo e potássio. Sua ação ação antioxidante ajuda na prevenção do envelhecimento precoce, além de ter efeito diurético auxiliando quem precisa controlar o peso e melhorar o funcionamento do aparelho gastrointestinal.
  • Alcachofra: o alimento possui proteínas, carboidratos, cálcio, fósforo, ferro, potássio e magnésio, além de vitaminas A, C e B2. A planta com poucas calorias contribui para a redução do colesterol, saúde do fígado, diminui a glicemia e controla pressão arterial.